• Imagens
  • Imagens
  • Imagens
  • Imagens
  • Imagens
  • Imagens
Estudo da Habitação

     A análise do parque habitacional, características, dinâmicas e pressões construtivas, conjugando os edifícios com o meio onde se inserem, torna-se essencial à compreensão das dinâmicas territoriais e na formulação de políticas de ordenamento do território.

     As habitações, enquanto necessidade primária e um direito básico e essencial de qualquer cidadão, com requisitos de conforto, salubridade e segurança que garantam níveis mínimos de qualidade de vida e de saúde pública da população, constituem neste estudo objecto de abordagem essencial para conhecimento e avaliação das formas e condições de habitabilidade do concelho.

     Ainda pelo papel do parque habitacional, quer como agente económico, directamente ligado ao ramo da construção civil e das empresas imobiliárias, quer pelas dinâmicas que lhe estão associadas, económicas e sociais, constitui um importante tecido produtivo de qualquer região.

     Neste âmbito, o intenso crescimento verificado no sector da construção justifica uma análise do destino e utilização formal dos alojamentos construídos, bem como dos que já constituem o parque habitacional.

     Os dados e informações que sustentaram esta análise basearam-se fundamentalmente no

     Recenseamento Geral da População e Habitação de 1991 e 2001 e no Anuário Estatístico da Região Centro 2002.