• Imagens
  • Imagens
  • Imagens
  • Imagens
  • Imagens
  • Imagens
Presidente Valdemar Alves junto do Ministro da Cultura reforçou a importância das empresas de Diversão e acompanhou APED à Sec. de Estado dos Assuntos Fiscais

Presidente Valdemar Alves reuniu com Ministro da Cultura

Audiência abre portas dos fundos europeus para Monumento Nacional de Pedrógão Grande

O Presidente da Câmara Municipal de Pedrógão Grande, Valdemar Alves, foi recebido no passado dia 14 de dezembro pelo Senhor Ministro da Cultura, Dr. Luís Filipe de Castro Mendes, em audiência que decorreu no seu gabinete do Palácio da Ajuda, em Lisboa. A reunião tinha como ponto principal a Igreja de Nossa Senhora da Assunção, também conhecida por Igreja Matriz de Pedrógão Grande, após esta não ter sido considerada como necessitada de intervenção por parte da Direção Regional de Cultura do Centro, obrigando assim a Autoridade de Gestão dos fundos para a Região Centro a não contemplar este Monumento Nacional.

O facto é que o Ministro da Cultura recebeu o Presidente da Câmara Municipal de Pedrógão Grande para discutir as alternativas viáveis de resolução da presente situação e surge agora uma nova oportunidade da Igreja de Nossa Senhora da Assunção ter apoio dos fundos europeus.

Aquando da audiência o Ministro já estava em posse dum dossier elaborado pelo Gabinete do Presidente da Câmara Municipal de Pedrógão Grande, no qual se descreviam as inúmeras situações de degradação do edifício e de várias estátuas, altares, pinturas e granitos, tendo sido este o ponto de partida da reunião, onde ambos acordaram que a melhor alternativa seria a reprogramação dos fundos europeus concedidos nesta área, de modo a inserir o Monumento Nacional de Pedrógão Grande nos apoios, passando assim a Igreja Matriz de Pedrógão Grande a integrar o chamado “mapeamento”, no qual constam todos os pontos do país aos quais as Autoridades de Gestão podem atribuir verbas dos fundos europeus.

Neste sentido, o Ministro da Cultura, Luís Filipe de Castro Mendes, transmitiu a Valdemar Alves que a Direção Regional de Cultura do Centro iria a 22 de dezembro efetuar uma análise à Igreja e às várias situações reportadas pelo Presidente da Câmara Municipal.

A visita já teve lugar tal como prometido, onde a Direção Regional de Cultura do Centro, acompanhada pelo Presidente Valdemar Alves e pelo pároco do Concelho, para além de ter verificado a veracidade de todos os pontos transmitidos por Pedrógão Grande, encontrou também duas novas situações: um dos altares laterais em tombamento e corrosão - terá térmitas; e o altar-mor está a desmontar-se, a tombar e as madeiras de suporte encontram-se em risco de quebrar dada a idade e qualidade da madeira já corroída, sendo urgente intervir.

Assim, a Direção Regional de Cultura do Centro irá efetuar o relatório da situação atual da Igreja de Nossa Senhora da Assunção, e Pedrógão Grande solicitará o remapeamento e reprogramação dos fundos europeus proposta pelo Ministro da Cultura a 14 de Dezembro. A reprogramação será feita através da Comunidade Intermunicipal da Região de Leiria, na medida em que a Igreja de Nossa Senhora da Assunção, Monumento Nacional, se encontra enquadrada numa prioridade de investimento ativada pelos dez municípios que a constituem.

Recorde-se que esta situação tem vindo a envolver o conhecimento e apoio da Diocese de Coimbra, a Associação de Municípios com Centro Histórico e deputados parlamentares do Partido Social Democrata e do Partido Socialista. Todos visitaram a Igreja Matriz, demonstraram preocupação perante a situação e têm contribuído para a melhor resolução dos problemas.

De realçar que o Presidente Valdemar Alves aproveitou esta oportunidade junto ao Poder Central, neste caso ao senhor Ministro da Cultura, para além do tema previamente agendado transmitir outras necessidades, expetativas e anseios dos Pedroguenses e introduzir alguns temas que preocupam o Autarca Pedroguense, tais como a preocupação perante a transposição para lei do extermínio do achigã e outras espécies em Portugal e a situação das empresas de Diversão, ambos os casos com forte expressão no concelho de Pedrógão Grande, e das quais damos conta em Notas de Imprensa separadas.